25 agosto 2008

Poemas não são livres

Queria um poema
Que fosse livre.
Quis bancar mágico menestrel
Coloquei a palavras ASA
Disse-lhe: - ALCE VÔO
Mas não desgrudou do papel.

Philippe Wollney

Um comentário:

Edmilson disse...

Parece que vi umas letras não identificadas voando pelo céu. Não seriam as suas voando?