25 agosto 2008

INCENDIÁRIOS

Ardendo em flama, saí pelas ruas da cidade. – como as pessoas são fáceis de incendiar. Em abraços ígneos os pedestres se contaminavam com o estado da euforia, sentiram-se ionizados após anos e anos de broxura. Da Subestação à Rua do Lindo Amor as pessoas trepavam sem pudor, deixaram as roupas em brasa, nas portas das casas, calçadas, cantos de muros. Atearam fogo nas praças e em todos os lugares surgiram sagradas sarças com belotas intocadas. E uma multidão em sorriso e chama, caminhava em direção à prefeitura, Rua Marechal Deodoro... da direita para a esquerda ouvia-se fagulhas, queimaduras bradadas. O prefeito com seus secretários se trancaram no banheiro, todos embaixo do chuveiro não suportavam a idéia de terem as gravatas queimadas.

As crianças brincavam incendiando o canavial de mãos dadas.

Philippe Wollney

Um comentário:

Shirukaya disse...

Este dia vai chegar, meu caro. Tenho fé.

"You may say I'm a dreamer, but I'm not the only one" - John Lennon.